• pamelamr

Orquídeas, espécies e cuidados


As orquídeas é uma das espécies de plantas mais lindas e diversificadas da natureza. Elas possuem inúmeras cores e perfumes que agradam a todos. Se você é um amante dessas flores delicadas, confira neste artigo nossas dicas e curiosidades, além de informações relevantes sobre como cuidar de orquídeas.


Quando se fala em flores, os diferentes tipos de orquídeas estão entre as mais amadas e cobiçadas. Afinal, não há quem não se renda aos encantos de suas belas flores. Elas são preferência quando se deseja presentear alguém, embelezar a casa ou mesmo cultivar em um jardim.


Existem mais de 35 mil tipos na natureza, mas com tantas espécies diferentes é quase impossível catalogá-las. As plantas que compõem a família Orchidaceae são chamadas de orquídeas e pertencem a um dos maiores grupos de plantas existentes.



Quais são as espécies de Orquídeas mais populares


· Brasiliorchis schunkeana


Como o nome já diz, o gênero da Brasiliorchis é composto apenas por orquídeas nativas do Brasil. Além disso, é muito popular entre os tipos de orquídeas, pois suas flores são praticamente pretas.


No total, o gênero abrange 15 espécies de orquídeas, todas originárias do sul e do sudeste brasileiro. A tradução literal do nome do gênero é “orquídea do Brasil”.


Essa é uma orquídea epífita, portanto vai bem quando fixada em árvores, troncos ou cascas. Mas também pode ser plantada em vasos. Sua floração acontece no verão, uma vez por ano, e dura em torno de 20 dias.


· Campylocentrum aromaticum


Natural do Brasil, essa orquídea pode ser encontrada no sul e sudeste do país, assim como no nordeste da Argentina. Ela também tem como ambiente o cerrado e áreas de Mata Atlântica.


Seu florescimento acontece no outono, pode durar de 15 a 20 dias e acontece em forma de cachos parecidos com leques, de cor branca e coluna amarela. Essa espécie não aceita bem o envasamento por ser uma planta monopodial com várias raízes aéreas.


· Cattleya labiata


Conhecida como a rainha do nordeste ou rainha do sertão, foi a primeira Cattleya descoberta em terras brasileiras. Essa orquídea floresce entre novembro e abril, sendo encontrada, principalmente, no nordeste do país.


Suas maiores características incluem seu tamanho grande e o cheiro de duas flores, que são muito agradáveis.


· Cattleya purpurata


A Cattleya mais famosa entre quem as cultiva, essa orquídea é uma epífita que tem grande destaque por sua beleza.


Ela é encontrada no sul e sudeste do Brasil, já que gosta muito de ambientes mais frios e com alta umidade. Elas possuem flores muito grandes, que podem variar de 6,5 a 13cm de comprimento.


· Cattleya walkeriana


Com tons roxos, lilás e azulados e flores arredondadas e grandes, essa orquídea é muito popular. Típica da região nordeste, floresce no verão e tem uma característica inconfundível: seu perfume, que se assemelha ao da canela.



Como cuidar de orquídeas


Quando você plantar uma orquídea, dê preferência aos vasos de plantas de barro para favorecer a drenagem da água e evitar que as raízes da planta apodreçam. Confira como cuidar de orquídea para a sua planta crescer e florescer de forma bonita e vistosa:


· Coloque cascalhos no fundo do vaso para facilitar a drenagem da água;


· Não deixe a planta ultrapassar o limite do vaso;


· Complete o vaso com nó de pinho ou placa de madeira;


· Esterilize a tesoura antes da poda para evitar a transmissão de doenças;


· Após a poda, aplique canela em pó para cicatrizar a planta;


· Fique atento a pragas e para combatê-las dilua um pouco de detergente em água e esborrife na planta para eliminar o problema;


· Quando as folhas ficarem escuras é sinal que a orquídea necessita de mais luz na hora de como cuidar de orquídea. Troque o vaso de lugar, como em pra



Curiosidades sobre as Orquídeas


Seduzidos pela beleza natural das orquídeas, botânicos e floristas sempre souberam que existe algo muito especial nessas top models do mundo das plantas. Agora, descobertas sugerem que as orquídeas surgiram quando os dinossauros ainda percorriam a superfície do planeta muito antes do que se acreditava, portanto.


Investigando na República Dominicana, uma equipe de cientistas encontrou, perfeitamente preservados no interior de uma pedra de âmbar, grãos do pólen de uma orquídea grudados nas asas de uma abelha de 20 milhões de anos.


Até então, os botânicos especializados em história das plantas eram obrigados a basear os seus cálculos em alguns poucos exemplares fossilizados na tentativa de detectar a origem dessas plantas, mas a descoberta, publicada pela revista científica Nature, sugere que as orquídeas surgiram em tempos muito remotos, mais especificamente há 85 milhões de anos.


A família das Orchidaceae, ou orquídeas, foi batizada a partir da palavra grega orchis, que significa testículos, uma referência às sugestivas raízes em forma de bulbos que a planta possui. As orchis apareceram pela primeira vez num livro de história natural escrito pelo grego Teofrastos, o “pai da botânica”. Essa família é a maior e mais diversificada de todo o universo das plantas florais, com mais de 25 mil espécies observadas até agora. A cada ano, cerca de 300 novas espécies são acrescentadas à lista, e alguns cientistas estimam que mais de cinco mil novas orquídeas ainda não foram descobertas. Mais de 100 mil orquídeas híbridas já foram cultivadas por especialistas em floricultura.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo