• pamelamr

Polinização da Rosa do Deserto


Também conhecidas como flor do deserto ou flor do sertão hoje podemos afirmar que não é possível definir a quantidade de cores das rosas do deserto disponíveis para venda. Isso porque com o advento da polinização controlada pela intervenção humana as possibilidades de cores são infinitas.


Imaginem a situação onde o produtor de rosa do deserto pega o pólen de uma determinada flor de rosa do deserto e poliniza outra planta com flores diferentes. Após esse processo e tendo ocorrido com sucesso a polinização irá gerar uma vagem que em média pode conter 80 a 100 sementes. Essas sementes dará vida a novas plantas que por sua vez gerarão flores diferentes uma das outras. Podem até nascer flores parecidas mas, em geral somente os tons ficam parecidos, e quase impossível através da semente gerar flores idênticas.



Materiais necessários para fazer a polinização da rosa do deserto:


· Palito de dente

· Tesouras

· Fita adesiva

· Lentes de aumento para ver o pólen



Agora vejamos o passo-a-passo para fazer a polinização facilmente de uma rosa do deserto.


Passo 1

Corte uma flor que você deseja polinizar. O corte deve ser de cima para baixo, o corte deve chegar até onde a flor começa a afunilar. Logo depois disso abra a flor com delicadeza.


Passo 2

Agora devemos abrir o estigma da flor, o estigma fica na base os fios felpudos dentro da flor. Portanto para abrir você irá puxar um dos fios delicadamente, ele irá sair com uma parte da proteção do estigma.


Passo 3

Dentro do estigma temos o pólen. Localize o pólen dentro dessa pequena câmara abaixo dos filamentos peludos na parte superior da estrutura do estigma.


Passo 4

Nesse passo primeiramente molhe a ponta de um palito com água e retire um pouco de pólen, ele parece uma massinha branca. Você pode precisar de uma lupa para verificar se realmente colocou um pouco no palito, mas se sua visão for boa não precisa.


Passo 5

Da mesma forma que você fez para abrir o estigma da primeira flor faça da receptora. Dobre a flor para trás para expor a toda a estrutura interna da flor.


Passo 6

Lembra da câmara de pólen? Bom, abaixo dela existe uma “tampa de gel” que é algo parecido com uma perola prateada, é bem fácil de vê-la, encontre esse região circular que certamente você já deve ter visto.


Passo 7

Em primeiro lugar você irá precisar colocar o pólen, que pegou dentro dessa superfície, delicadamente.


Passo 8

Além disso para finalizar o processo, desdobre a flor, junte os lados cortados e tampe o corte com a fita adesiva transparente. Dessa forma você estará protegendo seu trabalho de polinização.


Em uma semana ou duas semanas, certamente você verá vagens crescendo em pares a partir da base da flor como pequenos chifres.



Como saber se deu certo


Para saber se você conseguiu polinizar a rosa do deserto, observe depois de 10 dias se no local onde estava o cabinho que sustentava a flor há duas pontinhas.


Se houver, é o início da vagem de sementes. Caso contrário, significa que a rosa do deserto não foi polinizada. Nesse caso, repita o procedimento em outra flor na mesma planta.



Curiosidades sobre a Rosa do Deserto


A lenda mais famosa se refere à beleza de suas flores e à forma como ela desabrocha no deserto. De acordo com a crença, a flor do deserto seria um sinal divino para todos aqueles que se encontram perdidos possam achar o seu caminho. Esta é, portanto, uma bonita mensagem que diz que mesmo nos piores momentos, os belos detalhes dão forças para continuar seguindo em frente.


Outra lenda relacionada à flor do deserto é sobre ela ser o perfeito símbolo do amor. Conta a história que um rico sheik tinha 12 esposas e expressava seu amor a elas através de seu dinheiro. Porém, esse homem rico e poderoso perdeu toda a sua fortuna.


Um certo dia, ele saiu cedo rumo ao deserto sem levar comida ou água. Após 15 dias de viagem, o sheik retornou para o reino com uma flor em que a beleza e aroma doce nunca tinham sido vistos: era a rosa do deserto. Ao encontrar as esposas, ele disse que vagou pelo deserto até conseguir um presente que não poderia ser comprado por nenhuma quantia em dinheiro. É ou não é o símbolo do amor?


· As cores da rosa do deserto são variadas. Elas vão do vinho escuro até o branco, passando pelos tons de vermelho e rosa. Alguns exemplares chegam ser tão roxas que parecem pretas;


· Muitas variedades também podem apresentar um conjunto de tons degradê do centro para as pontas da pétala;


· Existem exemplares que são flores duplas triplas, quádruplas e até quíntuplas;


· Quanto mais diferente é a cor das flores, maior o seu valor dentro do mercado específico. Algumas rosas chegam a serem vendidas por um custo maior do que o da orquídea ou do bonsai;


· O seu nome foi dado devido às características que a espécie tem. Isso porque ela é um tipo de planta que se dá muito bem quando está no calor, exigindo pouca água;


· Seu nome científico, obesum, se refere ao caule que tem formato rechonchudo, tal como a batata. Este formato é apropriado para o armazenamento de água.



0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo